Dicas para dividir moradia

Dia desses eu fiz um post aqui no blog sobre como é morar com a mãe aos (quase) 30 e como eu vejo a situação atualmente. E nesse post eu comentei que já morei em ‘diversos formatos’ digamos assim… porque eu morei com o irmão, sozinha, com amigas, etc. E inclusive comentei que essa última situação não é essa maravilha toda que pensam por ai. E por isso mesmo resolvi preparar um post com dicas de como tornar essa situação menos complicada e mais prazerosa. continue lendo e confira minhas dicas para dividir moradia com as amigas.

dividirmoradia

Primeiramente preciso avisar que o post será um pouco longo, então prepare-se 🙂 . E se por um acaso você não se encaixe nessa situação, sugiro que você indique esse post para alguém que esteja vivendo situação parecida. Ou se tiver dicas para acrescentar deixe nos comentários que também poderá ajudar outras pessoas. Bora começar ?!

COMECE BEM: ao decidir morar com alguém para dividir despesas decida logo no início como a coisa toda vai funcionar para facilitar a vida de vocês. Aqui eu sugiro que façam literalmente uma reunião, e estabeleçam as regras, os limites e as rotinas. Outra coisa importante também é, caso a casa esteja montada com ‘móveis e utensílios’ de todos façam uma lista do que cada um está contribuindo, anotando inclusive cor e marca para itens repetidos. Vai por mim, alguns meses depois pode ter briga por conta de uma das misteiras que estragou e ninguém lembra de quem é…

REGRAS: deixem claro desde o começo o que pode e o que não pode. Como serão tratadas algumas situações como visita de parentes e namorados, horários, festas, e por ai vai. Não deixem para resolver na hora pois vocês podem se arrepender. Cada uma já analisa a própria rotina e juntos definem o que pode e o que não podem. E mais uma vez, não deixem de escrever, pois depois pode ficar um tal de ‘disse não disse’ e ‘eu achei que podia’ que não resolve nada.

ESPAÇOS: essa é a parte que inicialmente eu achava super idiota e infantil mas depois entendi a importância. Façam literalmente a separação dos espaços na cozinha, qual é a prateleira da geladeira de cada um, no armário de vasilha e comida.  Cada um tem um ritmo de cuidar das próprias coisas, e se não ficar claro esses espaços podem surgir problemas que desgastam muito a relação. Imagina só você trabalhar o dia inteiro, estudar a noite, chegar em casa sonhando em comer aquela coisa especial que você comprou e não achar porque a colega achou que era dela? Sério, é melhor evitar. E se cada um tem espaço e precisar de algo da colega, é só ligar e pedir emprestado. Nada de pegar sem avisar também hein….

PAGAMENTOS DE CONTAS: já deixem definido desde o início como será o processo de pagamento das contas, prazos e vencimentos pode ficar anotados em algum lugar comum da casa, como a sala por exemplo. É importante decidir também como será feito o pagamento e aqui eu sugiro duas situações: cada pessoa fica responsável de recolher o dinheiro de uma conta específica do mês ou faz um revezamento e cada mês uma pessoa fica responsável por todas as contas daquele mês.  Combinem também um lugar comum para deixar o dinheiro, pois dependendo da agenda de cada um, alguém pode falar que não entregou o dinheiro a tempo porque não tinha com quem deixar.

>> Compras para casa: é bom separar também a compra de material de uso comum da casa, como por exemplo material de limpeza. E pra isso eu sugiro que ao invés de alguém comprar e ficar dividindo valor quebradinho, já criem um caixa inicial, em que todo mês cada um coloca algo em torno de R$ 30,00 e deixem em uma bolsinha separada. E toda vez que precisar de comprar algo para casa que seria dividido para todos, usa o valor em caixa.

LIMPEZA: definam desde o começo como será a rotina da limpeza, se vai pagar alguém e dividir por todos, ou se cada uma faz uma parte, ou ainda uma terceira opção que é cada um fica responsável por uma semana do mês. O importante é ficar claro o quando, quem e como para não ter erro. Assim como na divisão do espaço, cada um tem seu ritmo e ‘enxerga’ a limpeza de forma diferente, uns são detalhistas, e outras não estão nem ai para uma pilha de vasilhas há dois dias na pia. É melhor prevenir do que desgastar a relação.

—–

Ufaaaaa!!! Acabei! Sério, eu fiz o possível para reduzir ao máximo… mas o assunto realmente é extenso. E na verdade até faltou falar de alguns pormenores, mas que depois eu falo em outro post, ok? Espero que tenha sido útil e se tiver alguma dúvida ou sugestão é só deixar nos comentários.

Um abraço,

AnaP.*

.

.

.

Posts relacionados

Se você gostou desse post, você também pode gostar:

Planejamento financeiro da mudança

Dicas para mudança

Dicas de organização 

Dicas para se organizar financeiramente

Comments

comments

Ana Paula Cândido

Prazer, meu nome é Ana Paula! Obrigada pela visita em meu blog :) Dúvidas, críticas ou sugestões? Fique à vontade para comentar. Ficarei feliz com sua contribuição e prometo que respondo rápido, ok?!