Visita à Ascanavi

Feriadão emendado e a pessoa viajou?! Nããão, mas aproveitou para tirar alguns projetos do papel e trazer para a vida real. Desde março desse ano, quando aconteceu a Feira Saber Mais (post aqui), que estou tentando ajustar um horário que eu pudesse visitar à Ascanavi – Associação da Catadores de Materiais Recicláveis Natureza Viva. Na feira, visitando o stand da prefeitura do setor que trata dos assuntos de limpeza urbana, eu conversei com o Fernando sobre o meu interesse e o da minha mãe de visitar à associação, para conhecer de perto o trabalho deles e tentar através desse post incentivar às pessoas a colaborarem mais com o processo de coleta seletiva.

Pois bem, aqui estamos e vamos falar de um assunto sério agora: coleta seletiva. E não é a primeira vez que falo disso aqui no blog, há um tempo atrás eu fiz um post falando sobre Lixo Seco, aqui. Ou seja, é realmente importante, pode ser chato, mas vou continuar insistindo no assunto. Acho que a principal questão é a gente aproveitar a oportunidade que nos é oferecida, pois não é toda cidade que possui o sistema de coleta seletiva, e pra falar a verdade, aqui em GV ainda não existe em todos os bairros, está em apenas 40 bairros.

E quem é a Ascanavi?! A associação de catadores existe há 13 anos, e surgiu para tirar do lixão as pessoas que trabalhavam ali separando o lixo para reciclagem. Atualmente tem 48 pessoas que trabalham e tem sua renda através de separação correta do lixo. O caminhão da prefeitura descarrega lá todo o recolhimento de lixo seco e ali eles separam e transformam em fardo para revenda: pets, plástico, caixinhas de leite/suco, papelão e vidro. Até mesmo os eletrônicos, são desmontados, separa-se o plástico, o cobre e o restante que não é reciclável é descartado para o lixão realmente.

O que achei mais legal foi ver como a coisa funciona e ver como é muito bem organizado. A Raquel, que nos recebeu, explicou que eles trabalham em equipes e no final do mês cada um recebe conforme sua produção. As fotos estão ai, é só conferir:

As três bonitas… Minha mãe, Penha, a Raquel e Eu! #arrasamos

20150605_093549

 

No galpão onde os fardos são feitos. Só não tinha fardo pronto pois antes do feriado eles venderam tudo.

 

20150605_093233  20150605_09322620150605_093215

O lixo começando a ser separado:

20150605_093317

E o lixo já separado:

20150605_093209 20150605_093152 20150605_093117 20150605_093059 20150605_093050

Inclusive, aproveitamos a oportunidade para tirar algumas dúvidas, pois tem alguns “produtos” que não são recicláveis e a gente bem que achava que era. Fiz uma colinha pra não esquecermos:

nãoélixoreciclável

 

Ah, e outra coisa, gostaria de deixar aqui o meu desabafo e indignação: Se não quiser/puder ajudar, não atrapalhe. Como assim? Simples. Talvez no seu dia a dia, você não tenha “tempo” para separar o lixo seco, mas se no seu bairro o caminhão de coleta passe, faça pelo menos uma coisa: no dia do lixo seco, não coloque o molhado na rua. Sim, isso já é uma forma de ajudar, sabe por que? Quando o lixo molhado vai junto, atrapalha o serviço deles, e na verdade é até desagradável, pois no meio no trabalho, ter que lidar com lixo molhado não é muito bacana né. Imagina se você com você? Acho que não ia ser legal…

Para ter noção, eu tirei uma foto, do tanto de lixo que era pra ter ido pro lixão, e foi para o lixo seco:

20150605_093148

Estamos combinados então?!

E caso você não sabia se no seu bairro tem a coleta do lixo seco,  ou o dia que ela passa, é só ligar para o Alô Limpeza e perguntar: 3275-7562.

Um abraço,

Anap.

 

 

Comments

comments

Ana Paula Cândido

Prazer, meu nome é Ana Paula! Obrigada pela visita em meu blog :) Dúvidas, críticas ou sugestões? Fique à vontade para comentar. Ficarei feliz com sua contribuição e prometo que respondo rápido, ok?!

Comentários

  1. Fernando Dória disse:

    Parabéns Ana Paula,

    A sua matéria ficou ótima! Precisamos de colaboradores como você para ajudar a ASCANAVI e a Limpeza Urbana em transformar a cidade de Governador Valadares politicamente sustentável.

    Acrescento ainda, que a Coleta Seletiva é uma das ferramentas para promover os reflexos positivos de uma sociedade na prática de ajuda a preservar o meio ambiente através de ações conscientes e de hábitos sadios.

    Meus agradecimentos,

    Fernando Dória,
    SMSU/DLU

    1. Ei Fernando,
      Obrigada pela comentário. Espero poder continuar ajudando sempre!
      Um abraço,
      Ana Paula