Justificativa: porque o blog se chama “Pé de Cinderela”

Várias pessoas já me perguntaram porque o blog se chama “Pé de Cinderela” e eu sempre dou a mesma resposta… calma que ainda vou escrever um post explicando isso.  Agora,  depois de praticamente 8 meses de blog, resolvi que já está na hora de contar essa historinha por aqui…

Era uma vez… kkkkk

Não, essa não é uma história de conto de fadas. Apesar da Cinderela realmente ser a minha princesa da Disney favorita, seja pela cor do vestido ou pelo penteado, não é só simples por gostar dela que criei esse nome. Bem, pra falar a verdade, o nome “Pé de Cinderela” não é invenção minha, foi a Vovó (mãe da minha mãe) que um dia falou e eu gostei.

Acredito que a maioria das pessoas já sabem (principalmente se leram o post que eu falo 50 fatos sobre mim) que eu calço 42. Isso mesmo, um número realmente grande para mulher.  Mas quem me conhece pessoalmente sabe que é proporcional ao meu tamanho e que nem realça ser tão grande assim. Fica tudo equilibrado visualmente.

Diante disso, sempre foi muito difícil encontrar calçados para mim. Quando começou a crescer o meu pé, crescia também meu sofrimento. Aos 15 anos eu já calçava isso, e não tinha opção na cidade de comprar. Usei muitas sandálias masculinas ou tênis All Star. Não tinha vontade de me arrumar pois tudo que eu vestia, o sapato atrapalhava. E era difícil porque quando chegava algum modelo na cidade, eu não tinha opção, tinha que gostar do que cabia no meu pé. Sempre fui a cafona da turma, e ainda tinha quem achava que eu era assim porque eu queria.

Pois aqui segue um desabafo: NÃOO!!! Eu não andava mal arrumada porque eu queria! Era por pura falta de opção! E SIM!!! Eu gosto de moda, gosto de maquiagem, gosto de me arrumar!! Até hoje tem quem faça brincadeiras falando que não me reconhece porque estou mais vaidosa e etc. Gente, essa sou eu! A diferença é que agora eu compro sapatos! kkkk E podem ter certeza, quanto mais condições financeiras melhores eu tiver, mais arrumada vou ficar! #ficaadica #anappatricinha

Agora, voltando ao curso normal da narração…. rsrs. Toda vez que a vovó voltava dos States, ela trazia alguns calçados pra mim. Lá já era comum as mulheres calçarem números grandes, então era possível encontrar mais modelos. Inclusive eu tive até uma pantufa!!! Eu era doida pra ter uma pantufa, mas aqui, é claro, não encontrava. Tudo bem que a pantufa era de porquinho, porque foi o único bichinho que a vovó conseguiu achar. Mas era rosa, então era linda!

E assim, toda vez que ela trazia algo novo, ela falava: “trouxe esse sapatinho aqui, pro pé da cinderela”. E até que gostei da associação que ela fez. O meu pé é de cinderela sim, só que ao contrário. Se um dia a cinderela perdeu o sapatinho, e era difícil de encontrar alguma outra mulher que coubesse o sapato dela, comigo também aconteceria o mesmo.

E ai você me pergunta, e hoje? Como é?!

Hoje já não tenho mais problemas com isso. Já me aceitei completamente. Não tenho mais vergonha do meu pé. Pelo contrário. Uso sapatos chamativos e não me importo de abrir a boca e responder claramente quanto me perguntam quanto eu calço. Falo alto e firme: “EU CALÇO 42”. 

E se alguém ainda fizer uma piada, querendo debochar, do tipo: “nossa, como seu pé é grande”, ainda respondo “não tão grande quanto sua língua”. Eu sei que soa mal educado, mas falo isso quando vejo que a pessoa quer me fazer sentir pior por ter um pé grande. E não deixo mais ninguém me diminuir. Essa sou eu e esse é meu pé, e sou feliz assim! ok? 😉

pe de cinderela

 

Anap.

 

Comments

comments

Ana Paula Cândido

Prazer, meu nome é Ana Paula! Obrigada pela visita em meu blog :) Dúvidas, críticas ou sugestões? Fique à vontade para comentar. Ficarei feliz com sua contribuição e prometo que respondo rápido, ok?!