Sobre conselhos

Uma vez eu li uma frase que gostei muito e lembro sempre: “conselho é aquilo que você pede quando você já sabe o que quer”. Diga-se de passagem que eu concordo e muito com essa frase. Eu tenho passado por diversas mudanças atualmente, principalmente no âmbito profissional, e tenho me visto pedindo conselhos por ai. Mas essa coisa de conselho é algo muito curioso não é mesmo? A gente começa ali, conversando, contando um caso, e quando de repente você está pedindo a opinião daquela pessoa. E eu te pergunto, será que você realmente precisa/depende da opinião dela para você tomar sua decisão?!

possotedarumconselho Continue lendo…


Ética no WhatsApp

O post de hoje vai ser mais um daqueles que considero quase uma utilidade pública!  A ideia do tema surgiu na aula que estava dando na disciplina que leciono de Comunicação Gerencial II no Curso Técnico de Informática pelo Pronatec. Ao tratar de conceitos como moral e ética com meus alunos (que são adolescente entre 15 e 17 anos) tentei trazer o conteúdo e sua aplicação para o nosso dia a dia, principalmente em relação aos novos meios de comunicação e ferramentas que utilizamos no ambiente de trabalho atualmente. E foi inevitável não falar no “tal” WhatsApp!

zap-zap

Continue lendo…


Sobre dançar Jazz

Há um ano atrás eu tomei uma decisão na minha vida, simples e fácil de começar, nem tão fácil assim de manter: cuidar do meu corpo e fazer alguma atividade física regularmente. Comecei a procurar opções e experimentar tudo que ainda não conhecia, fiz aulas experimentais de pilates, academia e até de balé. 

sobre dançar jazz

Minha 1ª foto com a turma

Foi então que a coisa começou a ficar engraçada, porque eu gostei da ideia do balé, mas várias pessoas ficaram rindo de mim porque eu era velha pra isso, falando que seria engraçado eu deste tamanho e desajeitada fazendo balé. Ao pesquisar a dança como atividade física, acabei conhecendo também o JAZZ, e ai a paixão me pegou mesmo. Achei aquilo bonito, sexy e charmoso. Pensei: é disso que eu preciso!  Digamos que o jazz é mais “agitado” que o balé e isso me chamou mais a atenção. #seráporque? Continue lendo…


Custa ter boa vontade!?

Eu acho que não. Mas parece que tem muita gente que pensa que sim.  Já faz um tempinho que estou querendo falar sobre isso aqui no blog, mas até então não tinha achado nenhum assunto que eu pudesse encaixá-lo. Até que pensei, porque não fazer um post então só pra falar disso?! A incrível contradição de boa vontade e a má vontade.

Sinceramente, essa situação está tão presente no meu dia a dia, que não consigo entender porque ainda existe má vontade nesse mundo. O que eu mais vejo são pessoas (de todas as cores, idades e classes sociais) reclamando de má vontade alheia, de chegar em um lugar e achar que a secretária atendeu mal, que o porteiro é mal educado, que a gerente está se achando pelo cargo que tem e tratando o subordinado mal. Continue lendo…


Eu uso óculos!

Sim, eu uso óculos, e amo isso! Eu uso óculos desde a quinta série, e sinceramente, não sei o que é uma vida sem eles. Há quem me pergunte por que eu não uso lente, porque óculos é um incomodo, é estranho, cansativo, ou seja lá qual seja o argumento da pessoa, mas sinceramente, eu gosto de usar óculos. Não que eu não queira usar lentes, tenho vontade de usar lente sim, porém para raras ocasiões, como casamentos, festas mais chiques, etc. Mas no dia a dia estou satisfeita assim, acho legal usar óculos, é um acessório a mais que completa meu  look e ajuda compor a minha imagem.

IMG_20150419_163534 Continue lendo…


Ano Novo?! Experimente !!

Fim de ano. Não adianta fugir, ele não vai voltar atrás e a mesma programação de sempre vai acontecer: A musiquinha de natal da Simone vai tocar, o Show do Roberto (gravado) vai passar e a Retrospectiva dos Telejornais vão te entristecer. Ruas, lojas e supermercados com lotação máxima que não dá pra entender, onde estava toda essa gente durante o ano inteiro?! Sem contar os mesmo assuntos: promessas de ano novo… Continue lendo…



Pedestre Barbeiro

Dia desses quando estava descendo do ônibus me peguei filosofando sobre o trânsito e o comportamento do pedestre. O que mais vemos hoje em dia são comentários do tipo “o trânsito está uma loucura”, “ninguém respeita ninguém no trânsito”, “as pessoas não têm paciência no trânsito”, e por ai vai. Não que eu não concorde com esses comentários, mas tem hora que me vem à mente a seguinte questão: e você, tem feito a sua parte?

Muitas vezes reclamamos de motoristas e ciclistas barbeiros, mas esquecemos que, em algum momento, todos somos pedestres. E se o pedestre for barbeiro? Será que ele também não atrapalha o trânsito não? Eu acredito que sim! Tem muita gente ai que acha que sempre está certo por ser pedestre. Sei que o pedestre tem a preferência mas ele precisa cumprir o seu dever primeiro, para depois exigir o seu direito. Piegas isso né, mas tem gente que esquece.

pedestre Continue lendo…


Sobre Administração

Dia 9 de setembro é comemorado o Dia do Administrador, ou seja, exato um mês antes do meu aniversário, é o dia da minha profissão! Tirando as comparações “inúteis” kkkkk, resolvi escrever sobre esse assunto porque porque já faz um tempinho que já estava pensando sobre o isso e achei a data apropriada. Então vamos lá, falar de coisa séria agora? rs

logoAdm1

Achei melhor começar o assunto trazendo o conceito de administração para criar um ponto de referência para o post, sendo assim, segundo a Wikipédia: A Administração ou Gestão é a ciência social que estuda e sistematiza as práticas usadas para administrar. O termo “administração” vem do latim administratione, que significa direção, gerência. Ou seja, é o ato de administrar ou gerenciar negócios, pessoas, ou recursos, com o objetivo de alcançar metas definidas. Continue lendo…


Prioridade: sobre Tempo&Dinheiro

Já faz um tempinho que queria escrever sobre esse assunto, mas pra falar a verdade não sei nem mesmo por onde começar, então vou deixar assim, ir escrevendo e ver no que dá, pode ser?

picolee

Muito se fala em “tempo é dinheiro”. Há alguns anos eu li uma reportagem da revista Vida Simples que sugeria justamente o contrário, “dinheiro é tempo”. Lembro que falava principalmente sobre o desperdício de tempo, e consequentemente, o desperdício de dinheiro. Gostei muito do ponto de vista. Geralmente se fala o tempo todo em não se pode perder tempo, porque estará perdendo o dinheiro. E o dinheiro?! Quando se gasta com coisas inúteis, consumismo desnecessário, não é também uma forma de perder tempo?! Todo o tempo que você gastou para ter o dinheiro disponível para isso, valeu a pena? Continue lendo…