Ser solteira

Dia desses me peguei pensando sobre o fato de ser (estar?) solteira e como isso reflete completamente na nossas ações e rotina. De uma forma boa até. É lógico que ter alguém com quem compartilhar a vida é algo maravilhoso. Não é porque eu estou solteira atualmente que eu queira morrer assim, pelo contrário, quero casar e morrer junto com ele (o escolhido kkkkkk). Mas não é porque eu estou solteira que vou ficar lamentando o tempo todo, estou tentando ver o lado bom da coisa, as famosas ‘vantagens de ser solteira’. E quando eu tiver alguém? Vou ver ver as ‘vantagens de ter alguém’ ora bolas, afinal, temos sempre que ver o lado bom da coisa certo?!

sersolteira

A principal coisa que muda é a rotina. Sim, ao analisar rapidamente a principal diferença de quando eu comprometida para agora é a rotina. Porque de repente parece que você não é totalmente dona da sua rotina, ao ‘montar a agenda’ além dos seus compromissos, ainda tem a agenda dele, as festas do ‘lado de lá’. Você fica dividida e às vezes alguém tem que ceder, ou você tem que fazer a noite de natal durar 6 horas para dar tempo de visitar todo mundo. Pelo menos esse ano não precisei disso. Ponto pra mim! (quem sabe ano que vem? rsrs).

A outra ‘vantagem’ é o tempo. Temos tempo muito mais tempo e sem se preocupar com nada. Eu tive um final de semana recente que sai de casa as 8h da manhã voltei as 22h para tomar banho e sair de novo. Ou seja, rodei igual barata tonta, numa boa, sem preocupar com ninguém. Se tinha que estar junto, ligar, dar atenção. Nada! Fiz o que me deu vontade e pronto. Tem hora que eu penso que eu não tenho namorado é porque eu não tenho tempo. Porque quem me conhece sabe que eu invento mil coisas para fazer, como vai fazer quando eu tiver alguém? kkkkk

Conhecer gente nova também é outra coisa muito legal. Eu sei que comprometida a gente também conhece gente nova, é claro né. Mas mesmo assim acho que é diferente tá. Solteiro não tem a questão do ciúmes e aquela coisa de dar atenção, ainda mais com essa coisa de facebook. Eu mesma num posso estar em alguém evento e ver um bolinho de gente que já tô dentro conversando igual pobre na chuva… e só aumentando cada vez mais o círculo de amizades. E que daí surgem novos eventos e mais gente nova. Sério gente, estou quase concluindo que não namoro porque não tenho tempo.

Pensando bem, nessa coisa toda de conhecer gente nova tem uma parte chata. Mas é por parte da ‘sociedade’. Às vezes a gente tá bem ali numa boa, contando um caso e fala que conheceu uma cara bacana, que indicou isso e aquilo, e você conheceu novas e como vocês se deram bem, e bláblá. Ai você escuta ‘hum.. ai tem hein’. Poxa! Não! Será que errado conhecer gente e só fazer amizades? Eu já tive minhas neuras e sobre isso e descobri (assumi) que é pura carência, e cortei isso da minha vida. Não é certo nem saudável ficar confundindo tudo. Sei que às vezes pode ser apenas uma brincadeirinha mas, mas chateia pensar que a brincadeira gira em torno das pessoas pensarem que você viver uma eterna busca eterna por namorado. Não é bem por ai…

Só sei que hoje estou feliz solteira. Sem neura nem pressa. Conhecendo gente nova, curtindo todo meu tempo comigo mesma. Apenas aproveitando a parte boa desse lado agora, porque depois eu vou curtir o lado bom do lado de lá. Simples assim.

::::

Um abraço,

AnaP*

 

Comentários logo abaixo, pelo o blog ou através do Facebook. Fique à vontade 🙂

 

 

 

 

Comments

comments

Ana Paula Cândido

Prazer, meu nome é Ana Paula! Obrigada pela visita em meu blog :) Dúvidas, críticas ou sugestões? Fique à vontade para comentar. Ficarei feliz com sua contribuição e prometo que respondo rápido, ok?!